Notícias

terça-feira, 17 de novembro de 2020

Entenda sobre os exames de Ressonância Multiparamétrica de Próstata e PET-CT PSMA

Quais são os benefícios versus riscos da ressonância multiparamétrica de próstata (Mp-RM)?

A ressonância magnética é uma técnica de imagem não invasiva sem exposição à radiação.

As imagens de RM das estruturas dos tecidos moles do corpo são mais claras e detalhadas do que as de outros métodos de imagem. Este detalhe torna a ressonância magnética uma ferramenta valiosa no diagnóstico precoce e avaliação da extensão dos tumores, como o câncer de próstata.

A ressonância magnética tem se mostrado valiosa no diagnóstico de uma ampla gama de condições, incluindo câncer. Também é útil no diagnóstico de doenças benignas, como aumento da próstata e prostatite.

RM-Mp ajuda a distinguir entre câncer de próstata de baixo risco (crescimento lento) e alto risco (agressivo). Também ajuda a determinar se o câncer se espalhou para além da próstata.

A ressonância magnética pode detectar anormalidades que podem ser obscurecidas pelo osso com outros métodos de imagem.

O meio de contraste gadolínio da ressonância tem menos probabilidade de causar uma reação alérgica do que os materiais de contraste à base de iodo usados para raios-x e tomografia computadorizada.

Para homens com câncer de próstata, uma das modalidade mais recentes e precisas usadas para detectar a localização do câncer é o exame de PET-CT PSMA. A tomografia por emissão de pósitrons (PET) é um exame de medicina nuclear que rastreia a absorção de uma pequena quantidade de material radioativo líquido (também conhecido como traçador) no corpo após ter sido injetado na corrente sanguínea. A maioria dos exames PET usa um tipo de açúcar radiomarcado para detectar o câncer, pois a maioria dos cânceres cresce rapidamente e precisa de açúcar para esse crescimento. Os cânceres aparecem como "brilhantes" no PET, fornecendo informações adicionais em comparação com uma tomografia computadorizada padrão.

 

Então, como o exame de PET-CT PSMA difere de exame de PET-CT padrão?

Ao contrário de outros cânceres, o câncer de próstata geralmente cresce lentamente e muitas vezes não aparece em exames de PET-CT padrão. Para uma varredura de PET PSMA, usamos um tipo diferente de traçador radioativo que é direcionado especificamente a uma proteína presente na maioria das células de câncer de próstata, chamada Antígeno de Membrana Específico da Próstata ou PSMA. Um exame de PSMA pode ver pequenos depósitos de câncer de próstata até alguns milímetros de tamanho, por isso é particularmente bom para detectar o câncer de próstata nos estágios iniciais, quando começa a se espalhar.

Uma avaliação precisa de “se” e “onde” o câncer se espalhou significa que podemos adequar melhor o tratamento às circunstâncias individuais de nossos pacientes. Atualmente, os exames de PET-CT PSMA são mais úteis quando realizados como parte do estadiamento inicial para homens com câncer de próstata localizado, mas de "alto risco", para homens que parecem ter alguns locais limitados de disseminação metastática (chamados oligometástases) ou para homens com recorrência de elevação do PSA após a cirurgia ou radioterapia inicial.

Escrito por Dr. Matteo Baldisserotto - CRM 9944