Notícias

domingo, 30 de agosto de 2020

Esclerose Múltipla: Entenda o que é, causas, sintomas, diagnóstico e tratamentos

O que é a Esclerose Múltipla?

A Esclerose Múltipla é uma doença inflamatória crônica, neurológica e autoimune, ou seja, o sistema imunológico confunde células saudáveis com células não-saudáveis e começa a agredi-las, provocando lesões. Nesse caso, o sistema imune da pessoa começa a agredir a bainha de mielina, responsável por cobrir os neurônios, comprometendo a função do sistema nervoso central, essa degeneração da mielina, ao longo do tempo, pode levar à atrofia ou perda da massa cerebral. Em geral, essa doença atinge pessoas jovens, em especial mulheres, entre 20 a 40 anos, provocando dificuldades motoras e sensitivas.

Causas da Esclerose Múltipla

As causas exatas da Esclerose Múltipla são desconhecidas, mas há alguns fatores que indicam estarem atrelados no desenvolvimento da doença. Cientistas acreditam que a Esclerose Múltipla pode se desenvolver em pessoas que nascem com alguma predisposição genética e, quando expostas a uma fonte ambiental, começam a desencadear respostas autoimunes em excesso surgindo assim à doença. Fatores como a falta de exposição solar nos primeiros meses ou anos de vida, o sobrepeso ou obesidade na adolescência e até mesmo o tabagismo, são alguns fatores que predispõem a sua manifestação.

Sintomas da Esclerose Múltipla

Os primeiros sintomas tendem a aparecer entre os 20 e 40 anos, podendo durar dias ou semanas e então desaparecer por meses ou anos. As manifestações dependem dos nervos que são afetados, por isso as pessoas podem ter sintomas diferentes. Contudo, no geral são:

  • Fadiga 

A fadiga é um dos sintomas mais comuns entre os pacientes de Esclerose Múltipla e ela pode ser tanto física, sendo manifestada por um cansaço intenso, quanto mental que pode resultar na falta de concentração e memória em curto prazo.

  • Transtornos visuais

É comum sentir a visão embaçada ou dupla, movimentos rápidos e incontroláveis dos olhos e dor. 

  • Sensações táteis

Rigidez de membros inferiores ou ainda, formigamento, queimação e dores em uma parte do corpo podem ser sentidas.

  • Falta de equilíbrio e coordenação

A perda de equilíbrio, tremores, falta de coordenação, fraqueza, vertigens e náuseas são comuns.

  • Dificuldades cognitivas

A qualquer momento da doença, é possível que o paciente apresente problemas de memória, independentemente da presença de sintomas físicos. Pessoas com EM relatam levar mais tempo para memorizar tarefas e maior dificuldades em executá-las.

  • Transtornos emocionais

Ansiedade, depressão, mudanças de humor, irritabilidade e transtorno bipolar são algumas doenças que são desenvolvidas por portadores de EM.

  • Problemas sexuais

Alguns homens podem ter disfunção erétil e as mulheres podem ter a diminuição da lubrificação vaginal.

  • Mal funcionamento do intestino e bexiga

Constipação intestinal e disfunções relacionadas ao sistema urinário, como urgência e vontade de urinar com bastante frequência, também podem ser percebidas.

  • Disfunções na fala

No início da doença ou no decorrer dos anos podem surgir problemas relacionados à fala como: lentidão e difícil entendimento, longa pausa entre as palavras, voz trêmula e em estágios mais avançados, problemas de deglutição.

Diagnóstico da Esclerose Múltipla

O diagnóstico de Esclerose Múltipla pode ser difícil, principalmente na fase inicial da doença. Como envolvem diversos sintomas, geralmente o médico a ser procurado está de acordo com o sintoma mais persistente. Após a análise, o paciente é encaminhado ao neurologista. Basicamente o diagnóstico é feito de forma clínica, sendo complementado por ressonância magnética do crânio e medula espinhal, exames do líquor e laboratoriais. 

Tratamentos da Esclerose Múltipla

Embora ainda não exista cura para a Esclerose Múltipla, ela pode ser controlada. O tratamento consiste em controlar as crises, seus sintomas e em conter o progresso da doença. Há algumas opções de medicamentos orais ou injetáveis. O tratamento deve ser indicado e acompanhado por um médico neurologista e de forma individualizada, conforme a necessidade de cada paciente. Esperamos que esse conteúdo tenha sido esclarecedor para você e lembramos a importância de consultar seu médico regularmente e fazer seus exames. O diagnóstico precoce para qualquer doença pode salvar vidas.

Para agendar seus exames entre em contato conosco pelo whatsapp (DDD) 4003.3676. Inclua o DDD da Unidade Kozma mais próxima de você.